(21) 2445-4941 (21) 97236-2929

Av. das Lagoas, 12 - Gardênia Azul (Jacarepaguá), Rio de Janeiro/RJ

Artigos › 27/09/2017, 0202:14

Mês da Bíblia: O NovoTestamento

Jesus Cristo: tema central do Novo Testamento

O Novo Testamento é a segunda parte da Bíblia, onde se realiza todas as promessas do Antigo Testamento. Onde a salvação esperada chega até nós. Algo de novo acontece no novo testamento: Deus vem habitar entre nós. Jesus veio ao mundo. Através da sua vida, paixão, morte e ressurreição, o homem percebe o imenso amor de Deus por nós, ao ponto de nos salvar e redimir com um amor até as últimas consequências: “tendo amado os seus que estavam no mundo, amou-os até o fim.” (Jo, 13,1).

Também no Novo testamento vemos o chamado de Cristo ao seu seguimento e à missão de seus discípulos, assim formou-se a Igreja. No início da trasmissão cristã primitiva está o anúncio oral, mas depois começaram a escrever. O apóstolo Paulo escreveu cartas para se comunicar com suas comunidades, quando não podia estar com elas pessoalmente.

No centro de toda Sagrada Escritura (tanto Antigo como Novo Testamento) temos os Evangelhos, que foram escritos para manter viva a memória de Jesus, que permanece presente no hoje da Igreja, sempre e em todos os tempos.

“«Não há doutrina melhor, mais preciosa e esplêndida do que o texto do Evangelho. Vede e retende o que nosso Senhor e Mestre, Cristo, ensinou pelas suas palavras e realizou pelos seus atos» (Santa Cesária).

«É sobretudo o Evangelho que me ocupa durante as minhas orações. Nele encontro tudo o que é necessário à minha pobre alma. Nele descubro sempre novas luzes, sentidos escondidos e misteriosos». (Santa Teresinha do Menino Jesus)” (Catecismo da Igreja Católica, §127)

Que significado tem o Novo Testamento para os Cristãos?

“No Novo Testamento consuma-se a revelação de Deus. Os quatro evangelhos – segundo São Mateus, São Marcos, São Lucas e São João – são o coração da Sagrada Escritura e o mais precioso tesouro da Igreja. Neles mostra-Se o Filho de Deus como Ele é e como vem ao nosso encontro. Nos Atos dos Apóstolos conhecemos os primórdios da Igreja e a ação do Espírito Santo. Nas cartas apostólicas a vida do ser humano é iluminada, em todas as suas dimensões, pela Luz de Cristo. No Apocalipse de São João antevemos o fim dos tempos.

Jesus é tudo o que Deus no queria dizer. Todo o Antigo Testamento prepara a encarnação do Filho de Deus. Todas as promessas de Deus encontram em Jesus o seu cumprimento. Ser cristão significa unir-se cada vez mais profundamente à vida de Cristo. Para isso é preciso ler e viver os evangelhos. Através da Sua Palavra, Deus diz-nos quem ele é e o que quer; Ele di-lo definitivamente e para cada dia. Quanto temos o nosso Evangelho nas mãos, devemos considerar que aí habita a Palavra que Se tornou carne para nós e nos quer atingir para recomeçarmos a Sua vida num novo lugar, num novo tempo, num novo ambiente humano.” (YouCat, 18)

O Novo testamento é dividido em 4 partes:

  • Evangelhos e Atos dos Apóstolos (Mt, Mc, Lc, Jo, At)
  • Cartas Paulinas (Rm, 1/2Cor, Gl, Ef, Fl, Cl, 1/2Ts, 1/2Tm, Tt, Fm, Hb)
  • Cartas Católicas (Tg, 1/2Pd, 1/2/3Jo, Jd)
  • Apocalipse (Ap)

Resumindo o Novo Testamento, podemos as seguintes ações divinas:

  • A Encarnação do Verbo de Deus (Jesus)
  • a vida, paixão, morte e ressurreição e ascensão de Jesus
  • o tempo da Igreja marcado pelo dom de Pentecostes
  • a missão evangelizadora da Igreja que anuncia, testemunha e celebra Jesus, morto e ressuscitado, proclamando a certeza da sua segunda vinda como juiz dos vivos e dos mortos.

Que através das páginas da Sagrada Escritura, em especial os Evangelhos, tendo como base o ensinamento da Igreja, possamos aprofundar o nosso conhecimento da Palavra de Deus que se fez Carne, o próprio Cristo. Que a Bíblia, sendo esse precioso instrumento para adentrar no mistério da revelação de Deus aos homens, seja cada vez mais lida e aprofundada.

Salve Maria!